quinta-feira, 18 de abril de 2019

EDUCAÇÃO FAMILIAR, É POSSÍVEL ?

O jargão “lugar de criança é na escola” parece estar com os dias contados. O presidente Jair Bolsonaro está pondo em prática uma promessa de campanha a qual foi um dos carros chefes na sua campanha presidencial: Escola Sem Partido, visto que alegou durante o período de campanha que há nas escolas brasileiras uma verdadeira doutrinação política a ser implementada pelos professores, principalmente pelos professores de história, massificando as crianças a idolatrarem um viés político. Esta medida inclusive foi anunciada como uma das 35 prioridades dos 100 primeiros dias do governo de Jair Bolsonaro, o ensino domiciliar será legalizado por meio de uma medida provisória (MP) e o outro Congresso Nacional tem até 120 dias para aprovar o texto. Se isso não ocorrer, precisa dar uma resposta aos efeitos causados enquanto a norma estava em vigor.
Imagem relacionada
A educação domiciliar é uma modalidade de ensino o qual é aplicada em pelo menos em 65 países, entre eles: Portugal, Irlanda, Austrália, França, Noruega; sendo os Estados Unidos o mais antigo país que permite este tipo de estudo; lá existe cerca de três milhões de alunos que são ensinados em casa. Esta categoria é uma oposição ao ensino numa instituição como por exemplo a escola pública, privada ou cooperativa. Ela é um basicamente ensino individual, em que o aluno é ensinado individualmente por um professor formado, fora de uma instituição de ensino. Para garantir a efetividade e a qualidade do ensino, a maioria dos países adeptos exige uma avaliação anual dos alunos que recebem a educação domiciliar.

PREFEITURA DE UBAITABA DISTRIBUI PEIXES E CESTAS BÁSICAS NA SEMANA SANTA

Os moradores das comunidades de Oricó, Melos, Batalha, Cachoeira Bonita, Serrinha, Caguinhos, Funil, Cachoeira Bonita de Dentro, dos distritos de Faisqueira e Piraúna e do Centro de Ubaitaba receberam peixe e cesta básica para a ceia da Sexta-feira Santa. Ao todo foram entregues três toneladas de peixes a famílias carentes.
Esse é o segundo ano que a gestão da prefeita Suka Carneiro, por meio da Semana Santa da Secretaria da Assistência Social, Promoção e Trabalho, atende a famílias assistidas pela SEAST durante todo o ano nas diversas atividades, incluindo programas sociais, oficinas, lazer e entretenimento.

Meta de matricular todas as crianças de 6 a 14 anos está sob risco em 89% dos municípios

Os municípios e estados brasileiros têm até 2024 para garantir que todas as crianças e adolescentes de 6 a 14 anos estejam matriculados ou já tenham concluído o ensino fundamental. Uma ferramenta lançada pelos tribunais de conta estaduais mostra, no entanto, que 89% das cidades estão correndo o risco de descumprir essa meta, que foi determinada na lei do Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado em 2014.

87% dos municípios arriscam descumprir meta de matricular todas as crianças de 6 a 14 anos — Foto: Juliane Monteiro/G1
Os dados da plataforma TC Educa são relativos ao ano 2017, o mais recente disponível, e foram obtidos com exclusividade pelo G1. A plataforma é usada tanto na fiscalização quanto para auxiliar os prefeitos a desenvolverem planos para cumprir a meta.
O levantamento considerou em "risco de descumprimento" o município que, entre 2014 e 2017, tinha uma tendência anual de expansão do atendimento menor do que a necessária para cumprir a meta em 2024.
Ao todo, 4.947 municípios estavam nessa situação. O Brasil tem 5.570 cidades – mas cinco delas ficaram de fora do levantamento, porque foram fundadas depois de 2010.

Dos 5.565 municípios com dados disponíveis, 4.817 estão indo na contramão da meta, porque apresentaram queda no índice de atendimento — Foto: Juliane Monteiro/G1
A ferramenta acompanha o índice de atendimento desde 2014 e usa dois dados como base:
  • a estimativa populacional de cada município, feita em 2012 pelo Datasus com base no Censo Populacional de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE);
  • e a quantidade de matrículas nas escolas, divulgada todos os anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Os dois números mostram uma estimativa da porcentagem total da população naquela faixa etária que estava matriculada no ano de referência. Comparando o histórico das taxas de atendimento, é possível ver que 4.817 dos 5.565 municípios com dados disponíveis estão indo na contramão da meta, porque, em 2017, apresentaram uma taxa mais baixa do que a de 2014.
O TC Educa aponta ainda que a taxa de atendimento para todo o Brasil era de 86,7% em 2017.
A plataforma, porém, usa uma metodologia diferente do monitoramento do governo federal, que tem números diferentes. Isso acontece porque o governo usa outra base de dados populacional, que só tem números nacionais e agregados por estados e grandes regiões, e não contempla os municípios. Assim, pelo monitoramento do governo federal, a taxa de atendimento do Brasil foi de 97.7% em 2015 (entenda mais abaixo).

Prefeitura de Itabuna muda o horário do expediente nesta quinta-feira (18)




O Secretário Municipal de Administração, Dinailson Oliveira, emitiu circular em que altera o horário do expediente nesta quinta-feira (18), nos órgãos e setores da Administração Municipal de Itabuna. De acordo com o comunicado, em virtude das celebrações da Semana Santa ter alto significado religioso para a comunidade, foi decidido pela mudança no horário de trabalho, sendo das 08 às 12 horas, com exceção de serviços essenciais, como por exemplo, hospitais, SAMU e a coleta de lixo. Na Sexta-Feira Santa (19) não haverá expediente por ser feriado nacional, voltando na segunda-feira (22), o horário normal de funcionamento, das 09 às 15 horas.

INEP DIVULGA RESULTADO DO PEDIDO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO NO ENEM

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, nesta quarta-feira (17), o resultado das solicitações de isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e da justificativa de ausência da edição 2018. Até 10 de abril, quando o prazo foi encerrado, o Inep recebeu 3.687.527 pedidos de gratuidade para a participação no exame.

Imagem relacionada


A relação com os nomes daqueles que tiveram a solicitação aprovada está na página do Enem na internet. Os estudantes que solicitaram a isenção e não foram contemplados, ou que não tiveram a justificativa de ausência em 2018 aceitas, terão uma nova oportunidade. Será entre os dias 22 e 26 deste mês, quando o prazo para a apresentação de recursos será aberto. A divulgação da resposta aos recursos acontece em 2 de maio.
O Inep, responsável pela aplicação do exame, chama a atenção dos estudantes que tiveram a gratuidade aprovada. A inscrição não é automática. Ela deve ser feita normalmente por todos os candidatos, dentro do prazo, que vai de 6 a 17 de maio. A isenção da taxa de inscrição não é automática para nenhum grupo de participantes e o pedido não poderá ser feito durante o período de inscrições.

CAMAMU: PREFEITURA PROMOVE ENTREGA DE OVOS DE PÁSCOA NAS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL

cam

Como diz o ditado, ver o sorriso no rosto de uma criança não tem preço!

Assim foi a entrega de ovos de páscoa para os alunos da rede municipal de ensino, promovida pela prefeitura nesta quarta-feira (17). Logo pela manhã os alunos da sede foram surpreendidos com a chegada dos ovos e o encanto foi geral nos rostos e olhares da criançada. À tarde a entrega foi realizada em Travessão.

A Prefeita Ioná Queiroz, como de costume, participou da entrega de cerca de 3.500 ovos de chocolate produzidos no projeto de produção de ovos realizado pelas mulheres do CRAS Santa Luzia, no Bairro Mutirão.

“É impossível não se emocionar com cada sorriso e com cada sentimento aqui compartilhado com essas crianças neste momento tão especial que é a celebração da Páscoa. Sem dúvidas é um projeto que engrandece o trabalho de mulheres valorosas da nossa comunidade. Todos estão de parabéns”, disse Ioná.

Esta é mais uma etapa deste importante projeto da Prefeitura de Camamu, uma integração das secretarias do Bem-Estar Social e da Educação.

Medidas para coibir poluição sonora em bares de Itabuna



Em reunião realizada na manhã desta terça-feira (16), no Centro Administrativo Firmino Alves, os secretários, Jorge Vasconcelos (Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente) e Gilberto Santana (Segurança Transporte e Trânsito) se reuniram com representantes de estabelecimentos comerciais que realizam apresentações musicais ao vivo para discutir medidas e soluções que visem adequar a utilização de equipamentos de som em bares e restaurantes do município. Na pauta do encontro, foram discutidas intervenções realizadas pela Operação Patrulha do Som, que visa controlar a poluição sonora no município.

Abrindo a reunião, o secretário Jorge Vasconcelos falou que a administração municipal está preocupada com os excessos praticados por alguns bares e que a Patrulha do Som tem recebido muitas denúncias acerca da poluição sonora no centro da cidade. Jorge explicou que, ao realizar a Patrulha do Som, o município está cumprindo uma determinação judicial que estabelece a obrigatoriedade do controle sonoro. “O município tem que cumprir a legislação, mas nós não temos a intenção de prejudicar ninguém. 

Vamos achar um denominador comum para que os bares e restaurantes continuem em funcionamento, sem prejudicar a população”. O titular da Sesttran, Gilberto Santana, alertou que é preciso a compreensão de todos em torno desta situação. Santana reconheceu a importância da atividade comercial para o município, mas ressaltou que a população não pode sofrer com a poluição sonora e, para isso, é preciso que os estabelecimentos respeitem a legislação vigente.